« Voltar para Corpo e Saúde

Corpo e Saúde

Enquanto o Corpo Fala

20 JUL, 2017 Autor: JOSÉ ROBERTO ABRAMO
Enquanto o Corpo Fala (20/07/2017)

A Bioenergética Para falar de bioenergética vamos voltar um pouco e falar do terapeuta e psicanalista, discípulo de Freud, Wilhelm Reich.

 A Bioenergética

Para falar de bioenergética vamos voltar um pouco e falar do terapeuta e psicanalista, discípulo de Freud, Wilhelm Reich.

O trabalho de Reich teve três grandes campos fundamentais. Freud descobre a energia libido. Reich viu que esta energia está também fora do corpo, no Universo. Reich chama esta energia de Orgone. A partir do descobrimento desta energia Orgone, desenvolveu a Orgonoterapia.

Reich quis trabalhar fundamentando uma forma de prevenção de neuroses.

No seu campo de vista pessoal, misérias, guerras, maus tratos são ligados a uma educação sexual repressiva. Porque, apesar de aparentemente racionais, somos guindados tanto à destruição? E é a forma de criar não natural e repressora que conduz a isto, segundo seu ponto de vista.

Desenvolve então formas naturais de cuidar corporalmente das crianças para evitar a neurose.

A ação política de Reich, com a juventude que ele mobilizava, vai denunciando, o quanto de conteúdo na política está impregnado desta visão de poder, desta repressão. Porque as pessoas buscavam tanto o poder e domínio? Era por causa da impotência.  A falta de potência sexual, sob sua visão de psicanalista. Reich vê o homem comum impregnado do que ele chama de Peste Emocional.

A Peste Emocional

Segundo Reich, as pessoas vingativas, que escondem as coisas dos outros, usam máscaras sociais, são difamadoras, pessoas que sobem na vida à custa do sucesso de outros que eles não reconhecem e se apropriam, padecem da “peste emocional”. São pessoas autoritárias que não aceitam opiniões diferentes das suas. Tem atitudes destrutivas para com a vida. Tem pensamento conturbado por emoções irracionais. Formam círculos com seus iguais e caminham com arrogância zombando do bem-estar alheio que ele procura destruir. Detém rigidez de pensamento e agressividade. Sua energia biológica está represada em uma couraça emocional, que existe a partir do corpo na forma de uma couraça muscular.

A mente destes que padecem da peste emocional é ligada ao caráter neurótico.  Porém, nem todo neurótico padece de peste emocional.  O conceito de peste emocional não implica terapeuticamente em uma depreciação. É antes um diagnóstico que implica graus variados nos indivíduos de uma sociedade. O problema é que a peste emocional se dissemina no seio da sociedade subliminarmente, em vários sistemas sociais e políticos, uma vez que as estruturas de poder e domínio independem da visão política e sim, dependem de uma estrutura de doença de repressão que corre o mundo como um todo. Assim sistemas fascistas, comunistas e em sociedades tidas como livres, estiveram ou estão contaminados. Esta era a visão de Reich.

Observe que esta definição acima representa o caráter de muitas pessoas que conhecemos com mais ou menos destas qualidades, aqui chamadas de neuróticas.

W. Reich não queria criticar ou mesmo se antepor a estas personalidades, senão trata-las. Dizia que estas pessoas por questões de políticas sociais, na forma como foram educadas e reprimidas, acabavam por desenvolver em maior ou menor grau uma couraça. A libertação desta couraça muscular (onde estaria represada a energia Orgone), é que poderia iniciar a cura desta personalidade que por fim, era sofredora. E isto não era um problema de algumas pessoas, mas da sociedade como um todo, visto como se desenvolviam as escaramuças de poder.

Apesar de que Reich viveu uma época bem diferente da atual, não está descartada sua visão de poder político das sociedades. Hoje em dia vivemos muito disto e as guerras, mortes, e tomadas de poder ainda estão calcadas neste tipo de neurose. E a manutenção das tensões políticas e sociais estão embasadas nas mesmas corridas pelo poder e no autoritarismo que campeia ainda neste mundo do Século XXI.

Psicologia Corporal

A Psicologia Corporal é uma abordagem que pretende ver no ser vivo uma unidade de energia contínuo em dois processos paralelos, quais sejam o psíquico (mente) e o somático   (corpo).   Relaciona as ações da mente sobre o corpo e seu feedback do corpo para a mente.

Tem como objetivo desenvolver o ponto onde a capacidade do ser humano se manifesta na regulação de seus pensamentos e emoções.

A Psicologia Corporal tem suas raízes em Wilhelm Reich. Muitos outros cientistas continuaram seu trabalho, uns desenvolvendo e acrescentando, outros modificando sob certos aspectos. Mas todas as vertentes trabalham a relação mente-corpo e aceitam a energia Orgone.

Alexander Lowen, psicanalista estadunidense, criou a chamada de Análise Bioenergética.

A Análise Bioenergética enfeixa a personalidade, a qualidade nos relacionamentos, nos processos de pensamento e na sexualidade, em função dos processos energéticos. Uma abordagem que considera o trabalho corporal, buscando a integração entre corpo, mente e espírito.

A construção do conceito de Análise Bioenergética prevê que é possível utilizar em conjunto o “aterramento” – chamado de grounding, a respiração, as vibrações corporais involuntárias, em ambiente associados aos sons e toques corporais sobre o corpo, ou musculatura tensionada, de forma a estimular a ligação da energia emocional entre os sentimentos, sensações sexuais – sensorialidades, bem como à consciência. Sendo assim espera-se despertar os movimentos involuntários e aflorar os sentimentos que jazem inconscientes na memória corporal.

“O corpo/mente, por meio do sistema nervoso central, apresenta um mecanismo de memória celular que registra experiências e reage a estes padrões (BERRY, 2003). Quando estas são potencialmente lesivas: traumáticas, dolorosas ou mesmo ameaçadoras, ocorre uma reação predominantemente em contração e um consequente aumento da tensão muscular. Este tipo de defesa atua tanto na proteção do indivíduo contra ações externas e experiências traumatizantes, quanto na diminuição, de forma gradual, da espontaneidade nas relações humanas, da capacidade de auto-percepção, da sensibilidade para o amor, do afeto e compaixão, bem como, dificulta a respiração plena e profunda. Em suma, impede que o ser humano viva com intensidade e plenitude (MOYSÉS e LÉLIS, 2004; REICH, 1998)”.

Referência

No Brasil, JOSÉ  ÂNGELO  GAIARSA,  Médico; psicoterapeuta; autor de vários artigos e livros na área de Psicoterapia e Comunicação Não-Verbal, foi um dos difusores de Reich. Dr. José Ângelo morreu em 1990.

Muitos outros médicos, terapeutas e psicanalistas trabalham a teoria de Reich/Lowen.

Abaixo deixamos vídeos que explicam bem sobre Bioenergética e os rompimentos das couraças emocionais.

 

 

Vídeos

Comentários

Nenhum comentário feito. Seja o primeiro!

Deixe um comentário:

[ Não será exibido ]
 
 

Mais Corpo e Saúde

Obesidade e saúde pública

17 OUT, 17 Autor: JOSÉ ROBERTO ABRAMO

IMC = Peso(Kg)/Altura(m)2 Considera-se excesso de peso = IMC igual ou maior que 25 kg/m2 Considera-se obesidade = IMC igual ou maior que 30 kg/m2

SAIBA MAIS

Sepse, você sabe o risco que corre?

22 AGO, 17 Autor: JOSÉ ROBERTO ABRAMO

 A Septicemia, conhecida como SEPSE, é o nome dado a uma condição de resposta inflamatória sistêmica que ocorre em função de uma...

SAIBA MAIS

A memória da água

22 MAI, 17 Autor: JOSÉ ROBERTO ABRAMO

"Obstáculos são aquelas coisas assustadoras que você vê quando desvia seus olhos de sua meta." (Henry Ford)

SAIBA MAIS

1 2 3 > >>
LINK SABER - CURSO UM TORQUE - VAIALI.COM
(32) 99924 - 5729
Rua: Marechal Deodoro nº 982 (parte Alta) Juiz de Fora MG